Você está aqui:

GEPIA

GEPIA – Grupo de Estudos e Práticas Interdisciplinares em Agroecologia

O projeto tem como objetivo principal proporcionar um espaço de integração e diálogo interdisciplinar entre conhecimentos científicos, das mais variadas áreas, e populares, fomentando a pesquisa, o ensino e a extensão colaborativos pertinentes à transição agroecológica, neste caso, sobre a Barragem de Fronteiras.

Projetos vinculados:

– Extensão/desde 2018 até hoje: Grupo de Estudos e Práticas Interdisciplinares em
Agroecologia (GEPIA): discutindo a Barragem de Fronteiras.
– Iniciação Acadêmica/2018: GEPIA: ampliando oportunidades e superando desafios
na integração acadêmica de discentes.

Membros

Luana Viana Costa e Silva

Professora da UFC Crateús / Professora do curso de Engenharia Ambiental.
Coordena projetos: UFC Letiva, cujo objetivo é a elaboração e implementação do plano de gerenciamento de resíduos sólidos do campus; Biorreatores anaeróbios em Semi-batelada, o qual tem o objetivo de tratar resíduos orgânicos do RU do campus, inoculados com esterco ovino/caprino e águas cinzas. É coordenadora do GEPIA (Grupo de Estudos e Práticas Interdisciplinares em Agroecologia).

Formação: Doutora em Desenvolvimento e Meio ambiente pelo PRODEMA/UFC (2016). Mestra em Tecnologia e Gestão Ambiental pelo IFCE (2010). Graduada em Tecnologia em Gestão Ambiental pelo IFCE (2007).

Áreas de atuação:
Agroecologia. Resíduos Sólidos. Injustiça Ambiental. Ecologia de Saberes. Ciência Emancipadora. Gestão Ambiental.

George Bezerra Pinheiro

Professor EBTT IFCE Crateús
Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal do Ceará(2004).
Áreas de atuação:
Geografia Humana.

Thayres de Sousa Andrade

Professora da UFC Crateús
Formação: bacharel em Engenheira Ambiental pela Universidade Federal do Tocantins onde desenvolveu sua pesquisa em saneamento ambiental mais especificamente no tratamento de esgoto sanitário. Durante a graduação realizou intercâmbio na Universidade de Aveiro. Durante o seu doutorado desenvolveu a tese intitulada Effects of environmental factors on the toxicity of pesticides to zebrafish embryos no âmbito das mudanças climáticas pelo qual lhe foi atribuída o título de Doutora em Biologia. É membro da Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia (ECOTOX-Brasil) e da Society of Environmental Toxicology and Chemistry (SETAC-Europe). Possui experiência no uso do peixe-zebra (Danio rerio) na avaliação da toxicidade individual e combinada de diversos contaminantes ambientais. Atualmente é credenciada como pesquisadora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal da Universidade de Brasília (UnB).

Áreas de atuação:
Geografia Humana. Ecotoxicologia; Toxicologia; Fármacos no meio ambiente; Ayahuasca; Agrotóxicos; Efeitos Tóxicos de Agrotóxicos; Saneamento Ambiental; Poluição da água

Jearles Ximenes Alcantara Barros

Estudante IFCE Crateús
Formação: Graduando em Licenciatura em Geografia
Áreas de atuação:
Geografia Humana. Impactos sociais. Desterritorialização por barragens.

Karina Albuquerque da Silva

Estudante UFC Crateús
Formação: Técnica em Informática. Graduanda em Engenharia Ambiental
Áreas de atuação:
Agroecologia. Avaliação de Impactos Ambientais. Gestão Ambiental.

Tiago

Formação: Graduando em Engenharia Ambiental
Áreas de atuação:

Luanderson

Formação: Graduando em Engenharia Ambiental
Áreas de atuação:

Maria Naiane Bezerra de Araújo

Formação: Técnica em Administração de Empresas. Graduanda em Licenciatura em Geografia. Bolsista Pibidiana de Geografia, com atuação em auxiliar na dinâmica de estudos e oficinas; Aprendiz voluntária de LIBRAS.
Áreas de atuação:
Geografia Humana.

Rutilene Teles Cardoso

Formação: Técnica em Edificações. Graduanda em Licenciatura em Geografia
Áreas de atuação:
Geografia Física.

Maria das Dores Alexandre Maia

Formação: Graduanda em Licenciatura em Geografia
Áreas de atuação:
Geografia Humana.

Alexandre Macedo Maia

Formação: Graduado em Direito
Áreas de atuação:

João Paulo

Formação: Graduado em Gestão Ambiental
Áreas de atuação:
Projetos vinculados:
• Extensão/desde 2018 até hoje: Grupo de Estudos e Práticas Interdisciplinares em Agroecologia (GEPIA): discutindo a Barragem de Fronteiras.
• Iniciação Acadêmica/2018: GEPIA  ampliando oportunidades e superando desafios na integração acadêmica de discentes.