Você está aqui:

PIBIT

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

O Programa Instucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – PIBITI visa esmular
estudantes do ensino superior ao desenvolvimento e transferência de novas tecnologias e inovação.

OBJETIVOS

  1. Contribuir para a formação e inserção de estudantes em atividades de desenvolvimento tecnológico e inovação,
    criando, assim, recursos humanos que se dedicarão ao fortalecimento da capacidade inovadora das empresas no País;
  2. incentivar as instituições à formulação de uma política de iniciação em atividades de desenvolvimento tecnológico
    e inovação;
  3. Possibilitar uma maior interação entre atividades de desenvolvimento tecnológico e inovações desenvolvidas na
    graduação e pós-graduação.

Projetos

UFClab: Um Programa para apoios professores técnicos e alunos nas atividades laboratoriais

Resumo

A implantação de um laboratório de química requer altos investimentos. A manutenção destes laboratórios pode ser ainda mais onerosa, pois os gastos com reagentes e vidrarias são altos e frequentes. Além disso, os resíduos químicos gerados devem ser descartados adequadamente implicando em mais gastos. A gestão do estoque destes laboratórios pode reduzir custos, no entanto listar reagentes e vidrarias e organizá-los por ordem alfabética não é suficiente, sendo
necessário separá-los e guardá-los com base nas Normas técnicas de compatibilidade.
O armazenamento inadequado de reagentes incompatíveis pode provocando explosões, liberar gases tóxicos e contaminar outros reagentes. Geralmente este controle de estoque é feito manualmente, porém, com um o grande número de atividades laboratoriais e um alto fluxo de alunos nas dependências do laboratório, tem sido cada vez mais difícil desenvolver tal tarefa. Assim, este projeto pretende desenvolver um software capaz de gerenciar a compra, armazenamento, consumo
de reagentes e vidrarias e produção de resíduos além de informar padrões de segurança e fornecer os procedimentos experimentais. Ao fim das atividades espera-se reduzir custos com a compra de reagentes e vidrarias, melhorar a organização do laboratório, reduzir acidentes laboratoriais e otimizar procedimentos. Espera-se ainda que o trabalho colaborativo realizado durante a execução do projeto entre a UFC e as escolas públicas fortaleçam os laços com a comunidade e contribua para a melhoria dos profissionais formados pelas instituições.

ESTUDO DAS PROPRIEDADES DA FIBRA DE COCO E DA CASCA DO Z. JOAZEIRO NO TRATAMENTO DE EFLUENTES RESIDENCIAIS DA CIDADE DE CRATEÚS

Resumo

A crescente demanda por recursos hídricos para atender aos múltiplos usos tem motivado diversas pesquisas e iniciativas concretas de reuso da água, dentre as quais a utilização de esgotos sanitários, principalmente em regiões de clima árido e semiárido, onde a disponibilidade limitada de água constitui obstaculo importante ao desenvolvimento. Neste cenário, a reutilização de águas torna-se imprescindível. Esta assertiva fundamenta-se no fato de que o reuso de efluentes insere-se no contexto de gerenciamento de recursos hídricos como uma alternativa de suprimento de demandas menos restritivas (auxiliando no combate a problemática da escassez hídrica). Aliado a este fato, ao reutilizar efluentes domésticos evita-se sua disposição no meio ambiente deixando de contaminar rios e córregos, mitigando de sobremaneira a poluição hídrica.
Para auxiliar na solução do problema, este projeto busca propor metodologias, diretrizes e promover maior conhecimento a respeito das possibilidades de reutilização dos efluentes domésticos da cidade de Crateús, incentivando o reuso planejado. O objetivo deste trabalho e%u0301 desenvolver um bicomposto e estudar suas propriedades para fins de tratamento de efluentes doméstico no município de
Crateús.
A metodologia utilizada sera efetuada com a construção do bicomposto em diferentes composições, tendo uma garrafa pet como suporte, camadas do bicomposto fibra de coco/casca de juazeiro, areia fina, areia grossa e brita. Alem disso, sera construído outro filtro contendo apenas os tipos de areias e a brita, para fins comparativos. O efluente analisado sera proveniente de residencias selecionadas. Os resultados preliminares revelaram o potencial, principalmente na redução de baterias termotolerantes, da fibra de coco para o tratamento de efluentes domestico, visto que houve uma redução de 54,5% na demanda bioquímica de oxigênio, evidenciando seu potencial antibacteriano.

Resumo

A implantação de um laboratório de química requer altos investimentos. A manutenção destes laboratórios pode ser ainda mais onerosa, pois os gastos com reagentes e vidrarias são altos e frequentes. Além disso, os resíduos químicos gerados devem ser descartados adequadamente implicando em mais gastos. A gestão do estoque destes laboratórios pode reduzir custos, no entanto listar reagentes e vidrarias e organizá-los por ordem alfabética não é suficiente, sendo
necessário separá-los e guardá-los com base nas Normas técnicas de compatibilidade.
O armazenamento inadequado de reagentes incompatíveis pode provocando explosões, liberar gases tóxicos e contaminar outros reagentes. Geralmente este controle de estoque é feito manualmente, porém, com um o grande número de atividades laboratoriais e um alto fluxo de alunos nas dependências do laboratório, tem sido cada vez mais difícil desenvolver tal tarefa. Assim, este projeto pretende desenvolver um software capaz de gerenciar a compra, armazenamento, consumo
de reagentes e vidrarias e produção de resíduos além de informar padrões de segurança e fornecer os procedimentos experimentais. Ao fim das atividades espera-se reduzir custos com a compra de reagentes e vidrarias, melhorar a organização do laboratório, reduzir acidentes laboratoriais e otimizar procedimentos. Espera-se ainda que o trabalho colaborativo realizado durante a execução do projeto entre a UFC e as escolas públicas fortaleçam os laços com a comunidade e contribua para a melhoria dos profissionais formados pelas instituições.